Antelope Canyon, Arizona, Estados Unidos

O Antelope Canyon é um dos cânions mais conhecidos e mais fotografados do sudoeste dos Estados Unidos. Localizado no norte do Arizona, perto do Lago Powell na reserva da Nação Navajo. É composto por duas ranhuras separadas, o Upper Antelope Canyon (acima) e o Lower Antelope Canyon (inferior). O Canyon só pode ser visitado em passeios guiados, em parte porque pode ter chuvas inesperadas que podem rapidamente inundá-lo. O guia leva você em um 4×4 ao longo do leito de um antigo rio até a entrada da falha a cerca de cinco quilómetros da estrada que liga Page a Kayenta. O passeio dura cerca de uma hora após o desfiladeiro de um quilómetro. Ambas as falhas têm uma qualidade estética similar. O Upper Antelope Canyon é o mais visitado porque é maior e seu acesso é fácil a tornar o Lower Antelope, a entrada é menor e você deve entrar através de escadas de metal criada pelos Navajos de modo que o visitantes são menos. O Upper Antelope Canyon tem uma largura que varia de 2 a 3 metros e um comprimento de 400 metros. O Lower Antelope Canyon é mais longo, estreito e mostra diferenças significativas nos níveis. Infelizmente, no 12 de agosto de 1997, onze pessoas foram mortas por uma enchente no Lower Antelope Canyon.

Dicas

Calçados esportivos são necessários para fazer as visitas.
Para visitar o Canyon Lower, você pode chegar ao estacionamento, que é muito próximo e você pode andar. Note-se que um bom estado fisico é importante para esta visita.
Não é necessário fazer uma reserva, mas é conveniente para chegar cedo se você quiser visitar os dois desfiladeiros. Assim que você chegar, fazer uma reserva para a Garganta superior e, entretanto, você pode visitar com o mesmo bilhete a Garganta inferior.
Como a posição do sol é muito importante para as cores e as sombras dos desfiladeiros, o melhor momento para visitar é em torno de meio-dia.

Veneza, Itália

Veneza é uma cidade portuária no nordeste da Itália, às margens do Mar Adriático, que se estende ao longo de um conjunto de 118 pequenas ilhas separadas por uma rede de canais, ligadas por pontes. Situa-se entre os estuários do Po eo Piave todos fora da lagoa veneziana. Muitas vezes chamado como a cidade flutuante, que foi construído sobre estacas de madeira de carvalho e amieiro instalados no solo arenoso. Dos seus 177 canais, o mais importante é o Canal Grande e as ilhas principais são o Lido, Burano, Murano, Torcello e San Michele que é o cemitério da cidade. Veneza tem seis distritos, o mais importante, San Marco, é o centro da cidade e o segundo maior é Cannareggio onde encontramos a ferroviária e chega até o Rialto. A cidade é conhecida como para pedestres e os canais são a estrada, com muitos barcos e as famosas gôndolas que dão à cidade uma característica especial conhecida em todo o mundo. Para ver: Praça San Marco e seu campanário, Palácio dos Doges, as Galerias da Academia, o Campanile Saint George Maggiore, a Ponte Rialto, a Ponte dos Suspiros, a Ponte da liberdade, Piazzale Roma, o campo Santo Estêvão, entre outros.

Dicas

Chegando ao Aeroporto Marco Polo, que está localizado no continente na beira da lagoa, você tem ônibus, táxis e ônibus aquáticos para chegar à cidade. Se você chegar de carro, há um amplo estacionamento na ilha artificial de Tronchetto onde você pode tomar o monotrilho (People Mover) que o leva a Piazzale Roma. Outra opção e deixar o carro em Mestre ou Marghera e tomar o autocarro para Veneza (15 minutos aproximadamente).

Aproveite a sua estadia para visitar algumas das ilhas mais importantes, como Murano, Burano e Lido. Você pode fazer isso tomando o transporte público, o vaporetto.

Se você quiser um passeio de gôndola, é melhor fazê-lo em um grupo, porque é um pouco caro.

 

Viña del Mar, Valparaíso, Chile

Viña del Mar é uma cidade perto de Valparaíso, na região de Valparaíso, no Chile. Ele está localizado a 120 quilômetros de Santiago por estrada à beira-mar 68. É uma cidade balneária por excelência , que é cercada pelas cidades de Valparaíso, Concón e Quilpué, também conhecida pelo seu Festival Internacional da Canção, que nasceu em 1962 e tem lugar em fevereiro de cada ano. A praia mais famosa é Reñaca. A cidade tem hotéis para todos os pressupostos, mesmo como um casino. Para ver: Jardim Botânico, o relógio das flores, o parque natural Gomez Carreño, o cais Vergara (que está a ser reparado), o Museu ao ar livre, o Museu Fonck (com um verdadeiro Moai che trouxeram da Ilha de Páscoa), o Palácio Presidencial, o Castelo de Wulff, entre outros.

Dicas

Apesar que Viña del Mar é uma cidade à beira-mar, vale a pena visitar em qualquer época do ano, porque é uma cidade muito rica culturalmente com muitos museus, teatros, shoppings e outros lugares de interesse.
Você pode ficar na cidade ou apenas chegar de metrô, ônibus ou carro alugado se o seu destino é Valparaiso. Se ao invés você ficar em Vina del Mar, uma viagem para Valparaiso vale a pena.