Bem-vindo ao Tips-and-travel

No nosso blog e em nossa página no Facebook

O objetivo de sua criação é, precisamente, dicas de viagem e intercâmbio entre os amigos da página, “dicas” que foram coletadas por meio de nossas viagens, trocar experiências, fazer conhecer lugares  através de fotografias, em suma, tudo o que poderia ser útil para aqueles que planejam uma viagem.
Quando você vai a uma agência, geralmente não tem todo o tempo necessário para perguntar tudo ao agente; se você está procurando na net, não se sabe se tudo o que eles dizem é o que realmente você  encontrar no destino então quê  melhor do que nosso próprio testemunho?
Temos pessoal com experiência na área,  a quem podemos  fazer as nossas perguntas, pequenas empresas locais que gostariam de dar-se a conhecer, bed and breakfast, hotéis, pousadas, apartamentos em todos os lugares e organizar viagems solo ou em grupo, excursões,  etc.
É um grande desafio e nós faremos o nosso esforço para tornar a nossa idéia funcional claro que contando com a  sua interação.
Divirta-se e sinta-se livre para participar e espalhar a palavra aos amigos e à família.

Castelo Bellver, Maiorca, Espanha

O Castelo Bellver (século XIV) está localizado na ilha de Maiorca, na Espanha; a 3 km do centro histórico de Palma de Maiorca, em uma colina de 112 metros coberta de pinheiros, no Bosque de Bellver. Seu nome vem do catalão antigo e significa uma visão bonita. O rei Jaime II ordenou sua construção vpara ele vivir lá e o arquiteto Pedro Salva dirigiu essa construção que levou quase 40 anos. É de estilo gótico mediterrâneo em forma circular com torres também em forma circular. O castelo foi ocupado pelos reis da ilha, mas também serviu de prisão. A partir de 1947, já pertencente ao município de Palma, começaram a reformá-lo para poder usá-lo como edifício cultural e foi em 1976 que foi inaugurado como o Museu da História de Palma. O castelo tem um pátio no centro e todas as instalações dos dois andares do prédio o dominam, com uma galeria de arcos góticos. Como é visível do mar e da cidade, é considerado um dos símbolos de Palma.

Dicas

Há uma cafeteria interna aberta de acordo com os horários de visitas públicas.

Consulte o calendário durante a sua visita, pois há concertos ou casamentos civis que ocorrem no pátio do castelo.

Baie-Saint-Paul, Charlevoix, Quebec, Canada

Baie-Saint-Paul é uma cidade localizada no município regional de Charlevoix, na região administrativa da Capital Nacional, em Quebec, Canadá. Está localizado na foz do rio Gouffre, no rio São Lorenço. Sua aglomeração se estende nas duas margens do rio, em frente à Ilha aux Coudres. A cidade atrai muitos turistas que amam as paisagens da região e as galerias de arte, localizadas principalmente na rua St-Jean-Baptiste. Vários artistas se estabeleceram lá e você também pode encontrar lojas que vendem suas obras de arte e outras lojas dedicadas à venda de produtos artesanais (sabão, mel, vinhos, etc.). Há o Museu de Arte Contemporânea Baie-Saint-Paul, que apresenta várias exposições ao longo do ano.

Dicas

Se você passar alguns dias de férias na região, encontrará várias atividades interessantes. No inverno, por exemplo, existe a estação de esqui Le Massif. Você também encontrará dois parques nacionais em um raio de 50 km; o de Hautes-Gorges-de-la-Rivière-Malbaie e o de Grands-Jardins.

Se você for a Baie St-Paul em julho ou agosto, poderá fazer uma visita guiada pela cratera de Charlevoix, organizada por uma organização científica. Fora de temporada, as visitas são possíveis apenas mediante solicitação.

Conheça todos os produtores que vendem diretamente ao público, alguns também oferecem uma explicação de sua produção assim como a degustação.

Piazza Ducale, Vigevano, Pavia, Lombardia, Itália

Piazza Ducale é a praça principal da cidade de Vigevano, uma cidade na província italiana de Pavia na região da Lombardia, Itália. É uma verdadeira jóia do renascimento, construída na época de Ludovico Sforza, o Moro (1492-1494), que a consideraba o salão de seu castelo. Originalmente, ela foi de 138 metros de comprimento e 46 metros de largura, projeto no qual o arquiteto Donato Bramante foi envolvido. Na época de Ludovico Sforza, a praça já tinha três lados fechados por palácios com varandas e fachadas pintadas com frescos, arcades apoiados por 84 colunas com capitéis, cada uma diferente. O quarto lado estaba ocupado por dois arcos de triunfo no cruzamento da atual Via del Popolo e Via Silva, enquanto uma longa rampa de pedra, que começaba a partir do centro da praça, permitindo que os cabalos e carros tenham acesso ao castelo. A forma arquitetônica atual é desenhada pelo arquiteto e obispo Juan Caramuel Lobkowitz em 1680. A fachada do Duomo se estende curvandose em toda a largura da praça. Ele continua a estar cercado por palácios com arcadas e pórticos, com janelas em arco encimado por um sótão abrindo um óculo. Já não tem a rampa de acesso para o castelo nem os arcos de triunfo. Todos os edifícios estão cobertos com uma decoração brilhante pictórica. Na ocupação austríaca (século XVIII), eles instalaram a estátua de São João Nepomuceno. A pavimentação da praça é formada com azulejos de granito branco e preto do rio Ticino. Entre 1903 e 1910 houve uma grande restauração onde eles descobriram afrescos do tempo sforzesque; em seguida, eles foram descobertos e restaurados. Em 1911, eles fabricaram as lâmpadas de rua de ferro fundido. Ainda hoje, é o principal acesso ao Castelo Sforzesco e da imponente torre Bramante com ameias.

Dicas

Aproveite a sua visita para subir à torre Bramante e assim desfrutar de uma vista panorâmica da cidade.
Além disso, há muitos cafés, restaurantes e sorveterias em todo o lugar que lhe permitem sentarse ao ar livre para assistir a beleza do lugar e comer ou beber alguma coisa.